25 de out de 2011

Nightdrive With You.

Sentei no chão, encostando a cabeça no banco cinzento da pracinha. Abaixei o cano das minhas meias e limpei o suor da minha testa com a manga do meu suéter. Quis um cigarro, mas não fumo. Quis um abraço, então tirei o iPod do bolso.
De repente, o Outono veio em mim como pedaços de vocês. Vocês que nunca souberam dar valor.
Esse texto é pra vocês.
Esse texto é pra mim.
Quis chorar, mas os motivos não me pareciam suficientes. Então tudo que eu queria fazer era ver você. Seja lá quem for você. Ou andar rápido pelas ruas sentindo o vento bater pelo meu rosto. Como se o resto do mundo estivesse em câmera lenta. Como se o resto do mundo não importasse agora.
Movimentos repetitivos na minha mente. Compulsão. Teclas do computador. Teclas de um piano. Notas de uma música. Tudo me remete aos cacos de memórias que eu não sei nem a quem pertence mais. Essas memórias são reais? Esse é o meu passado?

Eu realmente já fui sua amiga? E essa foto? Sou eu nela mesmo? Esse quarto?
Nada parece meu. A menininha insegura fui eu. Mas hoje... Hoje é outro dia.
E hoje nada parece me incomodar. Hoje meu mau humor é culpa do sol.


Música: Nightdrive With You - Anoraak (Fear of Tigers Remix)

Nenhum comentário:

Postar um comentário